Tradução consecutiva e simultânea: qual a diferença entre elas?

Tanto a tradução consecutiva como a simultânea são amplamente utilizadas no ambiente corporativo. Essas formas de serviço são extremamente úteis para empresas multinacionais, com o intuito de melhorar a comunicação entre elas. Dessa forma, também é possível aproveitar com mais eficácia às palestras, reuniões e conferências rotineiras.

Apesar de serem formas de tradução com certa similaridade, há algumas diferenças importantes que as distanciam. Por um lado a tradução consecutiva traz mais dinamismo, enquanto que a tradução simultânea é considerada muito mais prática. Nesse post, iremos destacar a você o que cada uma delas faz e quais as suas principais vantagens.

O que faz a tradução consecutiva

A interpretação consecutiva, por ser feita em etapas, não necessita de nenhum tipo de equipamento. Para que ela aconteça é necessário que o orador fale um trecho de seu discurso, fazendo pausas para que o tradutor repita. Assim, promove-se um diálogo fluido entre as partes.

O serviço de tradução consecutiva é indicado no caso de eventos rápidos e com bastante dinamismo. Geralmente, a sua utilização acontece em reuniões, jantares, feiras menores, escritórios e até mesmo para passeios turísticos. É uma forma de trabalho que requer tradutores ágeis e com rápido raciocínio, pois demanda maior tempo para execução.

Por este motivo, exige mais do que apenas o conhecimento do idioma estrangeiro. No entanto, a tradução consecutiva oferece diversas vantagens aos eventos corporativos. Entre elas, vale destacar principalmente que ela pode ser utilizada em qualquer tipo de ambiente. Além disso, proporciona maior fidelidade à fala do orador, uma vez que é feita pensada.

O que faz a tradução simultânea

Na tradução simultânea, é muito comum que os ouvintes de palestras e workshops acompanhem todo o conteúdo através do uso de microfones. Isso só é possível devido aos equipamentos que intérpretes utilizam para traduzir o que é falado, que são comandados a partir de uma cabine de tradução.

O trabalho realizado desta forma permite que as informações cheguem claras e sem nenhum ruído. Mas, diferentemente da tradução consecutiva, neste caso o orador fala ininterruptamente ao público. Assim, o intérprete deve ouvir tudo de forma atenta para que possa interpretar e traduzir corretamente e com rapidez.

A tradução simultânea preocupa-se muito mais com o que está sendo dito do que com a forma. Por isso, nem sempre é idêntica, mas sim objetiva. Entre os benefícios que essa forma de traduzir oferece, destaca-se a presença de pessoas de inúmeras nacionalidades. Além disso, não compromete o tempo de duração do evento e permite que o audiovisual seja transmitido em conjunto com a tradução.

Agora que você já conhece as principais diferenças entre a tradução consecutiva e a simultânea, esteja atento na escolha da que melhor atende as suas necessidades. Nós, da Brazil Translations, trabalhamos com profissionais aptos a atender ambas as demandas. Assim, buscamos fazer com que você tenha a melhor experiência com nossos intérpretes.

Para continuar recebendo dicas e novidades sobre o universo da tradução, basta acompanhar as postagens feitas aqui em nosso blog!

Este post tem um comentário

Comentários encerrados.