Quais são os erros mais comuns na tradução em inglês?

Quando estamos aprendendo sobre a tradução em inglês, é comum que aconteçam alguns erros durante o processo. E isso se deve, principalmente, à influência de nossa língua materna no aprendizado. O inglês, por exemplo, pode sofrer muitos equívocos ao ser comparado literalmente ao português.

Afinal de contas, dominar totalmente um idioma não é uma tarefa fácil. Isso porque aprender um novo idioma inclui também os costumes e as culturas de sua origem. Por essa razão, os erros fazem parte e são normais! No post de hoje, iremos conferir quais são os erros mais comuns na tradução em inglês. 

Confundir palavras com grafia e pronúncia parecidas

Um dos erros mais comuns quando estamos aprendendo uma nova língua é trocar as palavras semelhantes. Como exemplo disso, podemos citar as palavras “kitchen” (cozinha) e “chicken” (frango). Ou ainda “beach” (praia) e “bitch” (cadela). Assim, quando trocadas, podem causar confusão. 

Na tradução em inglês, é preciso identificar que as palavras têm uma diferença entre vogais mais longas e mais curtas. E isso muda o sentido da palavra no momento da pronúncia. Já no português, as vogais longas e curtas não influenciam no significado dos termos. Por isso, a confusão acaba sendo frequente.

Pensar o significado das palavras em português

Esse é definitivamente um costume muito recorrente de todos que estão aprendendo o inglês. Assim, é muito fácil ir pelo caminho dos falsos cognatos. E isso acontece porque há palavras com a escrita muito parecida às do português. No entanto, os seus significados são totalmente diferentes.

Como exemplo, vale recordar o termo que lemos ao entrar em um estabelecimento. Costuma estar escrito “push”, não é mesmo? Então, em nosso raciocínio rápido, já pensamos no verbo “puxar” em português. Mas na verdade, a palavra significa “empurre”. Se precisássemos puxar algo, o termo correto seria “pull” na tradução em inglês.

Não fazer a pronúncia correta do “th”

Apesar de não existir em português, em inglês esse dígrafo é muito presente. Porém, a pronúncia dele para os brasileiros acaba sendo bastante complicada. Pois, para fazê-la corretamente, é preciso colocar a ponta da língua nos dentes superiores, e um movimento que não estamos acostumados.

Com isso, palavras como “thank” (agradecer) e “think” (pensar) acabam sendo pronunciadas de maneira diferente e podem ser confundidas com outras. O “thank”, por exemplo, quando dito com a letra “S”, pode virar “afundar” ao invés de “agradecer”. Assim, a frase estaria errada e seria difícil para outra pessoa entendê-la sem causar uma confusão.

Quais são os erros mais comuns na tradução em inglês?

Traduzir frases direto do português

Por fim, talvez esse seja um dos erros mais comuns de iniciantes do inglês. Isso porque é muito comum se basear em nosso repertório da língua materna para construir frases em outro idioma. No entanto, há verbos que não caem bem no inglês da mesma forma que falamos em português.

Para exemplificar, basta pensar na frase “vou ver com o meu amigo”. Então, algumas pessoas construíram a frase dessa forma: “I go to see my friend”. Mas, na verdade, o correto seria: “I going to see my friend”. E o mesmo acontece quando falamos sobre gírias ou expressões na língua inglesa.

Por isso, é muito importante ter atenção para não confundir os dois idiomas. Sabemos que no começo pode ser um pouco difícil. Mas lembrando desses erros, você provavelmente estará mais atento à sua pronúncia e escrita. 

Gostou de tudo o que leu até aqui? Então não deixe de nos contar o que achou em nossos comentários! Para continuar recebendo dicas e novidades sobre o universo da tradução, acompanhe as nossas postagens aqui no blog.