Brazil Translations Política

Após depoimento de Marcelo Odebrecht, Planalto vê risco real a Temer se chapa não for dividida

Brazil Translations PolíticaTudo ou nada Após o depoimento de Marcelo Odebrecht à Justiça Eleitoral, o Planalto passou a ver a separação da chapa Dilma-Temer — ou, ao menos, da responsabilidade sobre as contas — como única maneira para que o presidente se salve. A avaliação é a de que a fala, respaldada pela homologação da delação no Supremo, é suficiente para a cassação do mandato caso a corte decida pela unidade da chapa presidencial. Em caso de separação, a aposta é a de que o presidente ainda pode sobreviver.

Falou e disse O depoimento também deu peso maior à fala de Alexandrino Alencar, na próxima semana. Odebrecht confirmou que as negociações de doações à chapa para cooptar apoio à aliança foram encabeçadas pelo ex-subordinado no grupo.

Tal qual Ao negar o habeas corpus de José Dirceu na semana passada, o Supremo emitiu maus sinais a Eduardo Cunha. Edson Fachin não deu seguimento ao pedido do petista porque, depois dele, Dirceu acabou sendo condenado pela Justiça Federal.

Tempo ao tempo Se o pedido de Cunha só chegar ao STF após uma provável condenação no primeiro grau, a corte pode tomar decisão semelhante — caindo por terra a possibilidade de que o ex-deputado ganhe a liberdade.

O ano começou A PGR trabalha para apresentar a segunda lista de Janot já na semana que vem. Avalia que o caminho mais simples para a abertura de inquéritos é o STF autorizar o procurador-geral a redistribui-los às instâncias judiciais competentes.

Segunda via Caso Fachin decida ele próprio quais casos vão para tribunais superiores ou para a primeira instância, além de alargar prazos, pode haver vazamentos e questionamentos, aposta um juiz envolvido na Lava Jato.

Inovação Aliados de Fernando Pimentel torceram o nariz para a decisão do STF de adiar o julgamento sobre a exigência de licença prévia para que governadores sejam processados no STJ, abrindo brecha para a formação de maioria na próxima sessão.

Mágica Para o líder de Pimentel, deputado Durval Ângelo (PT), a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, fez uma “alquimia regimental” ao adiar a sessão. O rival Gustavo Corrêa (DEM) aposta que o governador “estará afastado até o meio do ano”.

Receita muda de lugar e reduz horário para tirar dúvidas do IR 2017 em SP

A Receita Federal dá início nesta quinta-feira (2) a um plantão de atendimento em São Paulo para ajudar os contribuintes que têm dúvidas sobre a declaração deImposto de Renda 2017.

Mas, atenção: há mudança no local do atendimento e redução de três horas e meia no horário do plantão.

O atendimento será na Avenida Pacaembu, 715, próximo à estação Marechal Deodoro do metrô. Antes, era realizado no bairro da Luz.

O horário também foi reduzido. O serviço passa a funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, exceto feriados. As vagas são limitadas e é preciso pegar senhas para atendimento até as 16h.

A assessoria de imprensa informa que o contribuinte que retirar a senha até as 16h será atendido no mesmo dia.

Antes, o serviço funcionava das 7h30 às 18h, para retirada das senhas.

O plantão vai funcionar até 28 de abril, último dia do prazo de entrega do IR 2017.

O atendimento é exclusivo para dúvidas relativas à declaração do IR 2017. Para dúvidas sobre a declaração de outros anos ou outros assuntos, o contribuinte deve procurar as demais unidades de atendimento da capital (veja link encurtado e seguro: http://zip.net/bctFwK).